Warning: Declaration of wp_option_choose_color_scheme::render() should be compatible with wp_option::render($field_html, $colspan = false) in /home/marcosmucheroni/www/blog/wp-content/themes/chocotheme/lib/theme-options/choose-color-scheme.php on line 39

Warning: Use of undefined constant wp_cumulus_widget - assumed 'wp_cumulus_widget' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/marcosmucheroni/www/blog/wp-content/plugins/wp-cumulus/wp-cumulus.php on line 375
Computação Quantica « Blog Marcos L. Mucheroni Filosofia, Noosfera e cibercultura
RSS
 

Arquivo para a ‘Computação Quantica’ Categoria

[:pt]Teletransporte quântico por chip[:en]Quantum teleportation chip[:]

30 dez

[:pt]O fenômeno é chamado entrelaçamento quântico, ou teletransporte, antes feito com partículas, agora com sinais foi feito entre chips.

O feito foi realizado por pesquisadores da Universidade de Bristol e da Universidade Técnica da Dinamarca, onde a equipe conseguiu enviou dados sem que os chips estivessem próximos.

O experimento significa um salto no teletransporte porque agora trata-se de sinais codificados, o que viabiliza a comunicação via teletransporte.

O paper da pesquisa já foi aceito para publicação em Physical Review Letters e está disponível no servidor de acesso aberto em pré-impressão arXiv.org .

O vídeo a seguir explica o entrelaçamento quântico:

https://www.youtube.com/watch?v=Q9J4ArjheD8[:en]The phenomenon is called quantum entanglement, or teleportation, once made with particles, now with signals was made between chips.
The feat was done by researchers from the University of Bristol and the Technical University of Denmark, where the team was able to send data without the chips being close.
The achievement means a jump in teleportation because it is now coded signals, which makes communication via teleportation possible.
The research paper has already accept to been published for publication in Physical Review Letters and is available on the open prepress access server arXiv.org.
The following video explains quantum entanglement:
https://www.youtube.com/watch?v=5_0o2fJhtSc[:]

 

[:pt]A lógica paraconsistente[:en]The paraconsistent logic [:]

25 set

[:pt]O paradoxo de Kurt Gödel, que um sistema completo é inconsistente foi fundamental para uma nova fase nos princípios lógico formais, e cooperou com o surgimento do computador.

Foi o filósofo peruano Francisco Miró Quesada, desconhecido de muitos estudiosos da América Latina, que cunhou a palavra paraconsistente em 1976.

O brasileiro Newton da Costa que desenvolveu esta teoria que tornou-se muito importante para diversas áreas, entre elas a filosofia e a Inteligência Artificial.

Na figura ao lado o eixo que vai de u 0 a u 1 é chamado de grau de crença, mas a verdade tem os pontos A para consistente e C para inconsistente, tendo muita aplicação ao cotidiano.

O estudo aplicado a semântica, explora principalmente os paradoxos, por exemplo, pode-se afirmar que um homem cego, enxerga sobre certas circunstâncias, também o estudo de diversas formas de percepção e habilidades poderá ajudar os parâmetros da deep mind.

Já afirmamos, que justamente o neologicismo poderá ajudar a IA nesta fase de deep intelligence, por exemplo, no estudo das linguagens naturais, a linguagem do dia-a-dia.

A ideia que possa existir A e não-A era inconcebível na filosofia ocidental, é o princípio do terceiro excluído, que vem de Parménides e foi consolidado em Aristóteles.  

As lógicas paraconsistentes são propositalmente mais “fracas”, termos para se referir a esta ruptura com a lógica clássica, pois elas resolvem poucas inferências proposicionais válidas no sentido clássico da lógica

A lógica das linguagens paraconsistentes no entanto são mais conservadoras que as de contrapartidas clássicas, e isto muda hierarquia da metalinguagem feita por Alfred Tarski.

A influencia na linguagem natural foi antecipada em 1984 por Solomon Feferman que afirmou “…a linguagem natural abunda em expressões direta ou indiretamente autorreferenciais, embora aparentemente inofensivas, todas as quais são excluídas do arcabouço tarskiano”, isto porque no cotidiano, em verdade somos paraconsistentes.[:en]Kurt Gödel’s paradox, that a complete system is inconsistent was fundamental to a new phase in formal logical principles, and cooperated with the emergence of the computer.

It was the Peruvian philosopher Francisco Miró Quesada, unknown to many Latin American scholars, who coined the word paraconsistent in 1976.

The Brazilian Newton da Costa who developed this theory has become very important in several areas, including philosophy and Artificial Intelligence. In the figure, the axis to the side that goes from u 0  and u  1 ,  is called degree of belief, but the truth has points A for consistent and C for inconsistent, having a lot of application to everyday life.

The study applied to semantics mainly explores paradoxes, for example, it can be said that a blind man sees certain circumstances, also the study of different forms of perception and abilities can help the parameters of the deep mind.

We have already stated that neologicism can precisely help AI in this phase of deep intelligence, for example, in the study of natural languages, the language of everyday life.

The idea that A and non-A could exist was inconceivable in Western philosophy, is the principle of the excluded third, which comes from Parmenides and was consolidated in Aristotle. Paraconsistent logics are purposively more “weak,” terms to refer to this break with classical logic, for they solve few valid propositional inferences in the classical sense of logic The logic of paraconsistent languages, however, are more conservative than those of classical counterparts, and this changes Alfred Tarski‘s hierarchy of metalanguage.

The influence on natural language was anticipated in 1984 by Solomon Feferman who stated “… natural language abounds in expressions directly or indirectly self-referential, although seemingly harmless, all of which are excluded from the, because in daily life, in truth we are paraconsistentes. [:]

 

[:pt]A física quântica e a política[:en]Quantum physics and politics [:]

24 set

[:pt]A física mecânica, em especial a mecânica celeste de sir Isaac Newton, levou a ideia de causa e efeito nas mesmas proporções de uma máquina mecânica, diz-se popularmente a cada causa há uma reação contrária em sentido oposto, foi para a política como “homem lobo do homem” de Hobbes.

Depois veio o empirismo de Hume, na verdade é mais ligado a teoria do conhecimento, que vem da ideia que somente posso dizer algo a partir de minha experiência sensorial, assim como o mecanicismo, todo o conhecimento e objeto dele está fora do ser e só há percepções.

Levado a politica, é o que exploram os senhores do marketing político, trabalhar com as emoções das pessoas de modo não a dar-lhes uma referência da verdade, mas iludi-las.

A crítica a esta “filosofia” política, pois o assunto é mais abrangente ela vem lá da idade média onde em 1200 já era definida como “ciência dos estados”, porém toda a crítica a este conjunto de ideias empíricas e idealistas, é chamada de Empiro-criticismo, Marx a desenvolveu mas depois foi atualizado pela Microfísica do Poder, a ideia não mais do estado mas do poder que constitui-se no “indivíduo”, que Peter Sloterdijk, Gadamer, Ricoeur e outros consideram já também superada.

Se queremos adaptar a física quântica, que é do mundo físico, ao mundo na escala humana, que é ontológico, podemos pensar que há duas vertentes possíveis uma mais democrática que leva ao entendimento do mundo como Natureza e outro como a busca do “Justo”.

Destaco no empirocriticismo do Justo John Rawls, Habermas e Michael Sandel, todos ainda com uma forte influencia da chamada “teoria crítica”, e na questão da Natureza pensamentos Hannah Arendt, Raymond Aron, Norberto Bobbio, Phillip Pettit, Robert Nozick, e claro há outros.

As afirmações da física quântica com o infinitamente pequeno (as partículas) e o infinitamente grande (os corpos no universo) mudam a ideia que temos de causalidade, em política de que os vencedores contam a história, pois na física quântica a dimensão energética, a massa e energia que é 94% do universo, e tem uma influência nele, seria uma abordagem do inconsciente coletivo, as forças que não aparecem e que influenciam o processo político, presentes no “inconsciente”.

Outra parte importante é que o olhar do observador define a realidade, portanto a suspeita ideia de neutralidade foi superada, Werner Heisenberg, Eugene Wigner, Roger Penrose e Erwin Schorodinger desenvolveram esta visão quântica.

Em política significa que o olhar das pessoas simples influencia sim a política, educá-las é essencial para a democracia, e apenas manipulá-lo um desastre. [:en]Mechanical physics, especially the celestial mechanics of Sir Isaac Newton, took the idea of ​​cause and effect in the same proportions of a mechanical machine, it is said popularly to each cause there is a contrary reaction in the opposite direction, it was for politics as ” man werewolf “of Hobbes.

Then came the empiricism of Hume, in fact it is more connected to the theory of knowledge, which comes from the idea that I can only say something from my sensory experience, just as mechanicism, all knowledge and object of it is out of being and only there are perceptions. With politics, it is what the masters of political marketing exploit, working with people’s emotions so as not to give them a reference to the truth, but to deceive them.

The critique of this political “philosophy”, since the subject is more comprehensive, comes from the middle ages where in 1200 it was already defined as “state science”, but all criticism of this set of empirical and idealistic ideas is called Empirical-criticism,

Marx developed it but later was updated by the Microphysics of Power, the idea no longer of the state but of the power that constitutes the “individual”, which Peter Sloterdijk, Gadamer, Ricoeur and others consider already already surpassed.

If we want to adapt the quantum physics of the physical world to the world on the human scale, which is ontological, we can think that there are two possible, more democratic strands that lead to the understanding of the world as Nature and the other as the search for “the Just” .

John Rawls, Habermas and Michael Sandel, all still strongly influenced by so-called “critical theory”, and in the matter of Nature thoughts Hannah Arendt, Raymond Aron, Norberto Bobbio, Phillip Pettit, Robert Nozick, and of course there is others.

The assertions of quantum physics with the infinitely small (the particles) and the infinitely large (the bodies in the universe) change our idea of ​​causality, in politics of which the winners tell the story, for in quantum physics the energy dimension, mass and energy that is 94% of the universe, and has an influence on it, would be an approach of the collective unconscious, the forces that do not appear and that influence the political process, present in the “unconscious.”

Another important part is that the observer’s gaze defines reality, so the suspect idea of ​​neutrality has been overcome, Werner Heisenberg, Eugene Wigner, Roger Penrose, and Erwin Schorodinger have developed this quantum view.

In politics it means that the sight of simple people does influence politics, education is essential to democracy, and only manipulating it into a disaster. [:]

 

[:pt]Material pode ajudar criação de chips quânticos[:en]Material can help quantum chips[:]

08 ago

[:pt]Pesquisadores da Universidade Central da Flórida (UCF) descobriram um tipo de material que poderia ser usado como um “bloco de construção” de chips quânticos, sendo composto de háfnio, telúrio e fósforo, Hf2Te2P.

Segundo o pesquisador Madabe Neupane, da UFC: “Nossa descoberta nos leva um passo mais perto da aplicação de materiais quânticos e nos ajuda a obter uma compreensão mais profunda das interações entre várias fases quânticas”.

O material tem mais de um padrão de elétrons que se desenvolve dentro de sua estrutura eletrônica, dando-lhe uma gama de propriedades quânticas. Neupane diz que este material aumentará o poder de computação para grandes volumes de dados em novos dispositivos e reduzirá consideravelmente a quantidade de energia necessária para a eletrônica de potência.

A descoberta já atraiu empresas que estão investindo na pesquisa, a Microsoft por exemplo investiu em seu projeto chamado Estação Q, o laboratório que está dedicado ao campo da computação quântica topológica, e a google se associou à NASA num investimento que trabalha com computação quântica e inteligência artificial.

Como os fenômenos quânticos precisam ser melhores compreendidos para que a eletrônica seja totalmente substituída pela fotónica e pela computação quântica, as mudanças de cenário computacional tendem a mudar rápida e continuamente.

A descoberta do laboratório de Neupane está publicada na Nature Communications, e é um grande passo para esta mudança de cenário.

 [:en]Researchers at the University of Central Florida (UCF) have discovered a type of material that could be used as a “building block” of quantum chips, consisting of hafnium, tellurium and phosphorus, Hf2Te2P.
According to UFC researcher Madabe Neupane, “Our discovery takes us one step closer to the application of quantum materials and helps us gain a deeper understanding of the interactions between various quantum phases.”
The material has more than one electron pattern that develops within its electronic structure, giving it a range of quantum properties. Neupane says that this material will increase computing power for large volumes of data on new devices and will considerably reduce the amount of power needed for power electronics.
The discovery has already attracted companies that are investing in research, Microsoft for example invested in its project called Station Q, the laboratory that is dedicated to the field of topological quantum computing, and Google has teamed up with NASA in an investment that works with quantum computing and artificial intelligence.
Because quantum phenomena need to be better understood so that electronics are totally replaced by photonics and quantum computation, computational scenario changes tend to change rapidly and continuously.
The discovery of Neupane’s lab is published in Nature Communications, and is a big step forward for this change of scenario.
[:]