RSS
 

Arquivo para agosto, 2011

Mozilla e os dispositivos móveis

31 Ago

 Firefox não terá um muito tempo se quer achar um lugar para si entre novos dispositivos móveis, e por isso o Mozilla está fazendo um grande esforço para construir um browser que irão atrair os usuários.

Mas quando o programador do Mozilla Dave Mandelin começou uma discussão ativa sobre como o Firefox poderia funcionar melhor com processadores ARM, e dominar os mercados de telefonia e tablet, uma discussão decolou, Mandelin wasn’t very gentle. Mandelin não foi muito gentil.

 “Se você tem um poderoso dispositivo, o desempenho do Firefox é em muitos aspectos, muito bom. Mas se a capacidade de resposta da UI (interface do usuário) e o uso de memória parecem estão em péssimo estado”, disse Mandelin ao site Tech News: “Então, precisamos obter medições melhores e começar logo a melhorar o desempenho nestas áreas.”

Para  completar o Mozilla está impedido de colocar seu navegador para grandes sistemas operacionais móveis, tais como iOS da Apple e sistema móvel da Microsoft Windows, embora estes estejam permitindo alguns outros navegadores.

“Os smartphones e tablets terão lugar no próximo bilhão de pessoas esperam a sua experiência personalizada que esteja disponível para elas a qualquer momento, em qualquer lugar”, afirmou o vice-presidente de Produtos Jay Sullivan e completou “Para afetar significativamente a vida da Internet no futuro, teremos que entregar o valor em operacionais importantes, se nos é permitido o nosso browser de navegadores próprios ou não.”

Uma saída é investir nas interfaces cuja usabilidade pode atrair cada vez mais usuários, e isto está sendo feito em um processo de seis semanas de desenvolvimento para liberação, com as mudanças devem vir de forma frequente e constante.  A próxima versão, o Firefox 7 para dispositivos móveis sete, traz uma riqueza de novas interfaces para programadores Web e a capacidade de copiar e colar o texto para os usuários.

 

Os Petabytes estão chegando

30 Ago

Você sabe quanto é um Petabyte, mil Teras (e estes mil gigas ou seja:  109 bytes), assim um peta será 1012 bytes, pois logo será atingido este numero, a IBM anunciou uma máquina, composta de 120 petabytes, com  200.000 unidades de disco de Terabytes, conforme anuncio no MIT Technology Review.

Isto significa 24 milhões de arquivos mp3 cada um com um tamanho médio típico de 5 MByte ou guardar 60 cópias de backup da Web, os 150 bilhões de páginas que compõem a máquina de Arquivos da Internet WayBack Machine, o filme Avatar inteiro usou 1 Petabyte de arquivos e calcula-se que o Google processe em média 25 petabytes de dados por dia.

Um portavoz a IBM Ari Entin confirmou a existência do projeto de super-storage (storage é uma concepção de armazenamento confiável em repositórios ou clouds), mas os pesquisadores ainda não querem comentar antes da publicação do artigo científico.

Parece simples pois seria apenas unir unidades de armazenamento, mas o endereçamento e a matriz que realiza a consulta dos   arquivos, tem vários problemas técnicos, e isso poderia causar problemas exclusivos como aquecimento e inconsistência de endereçamento endereçados de uma vez, que é diferente o mesmo enderaçameno em máquinas diferentes, conforme disse Jay Heiser, vice-presidente de pesquisa da Gartner ao TechNewsWorld: “Muito do que foi aprendido no centro de dados ao longo dos últimos 30 anos é apenas parcialmente relevantes para responder à questão de saber se faz sentido colocar 100 petabytes em uma única cesta”.

Para o resfriamento foi usado água em vez de ar, uma vez que a IBM já tem experiência em sistemas de resfriamento com água para mainframes (computadores de grande porte), garantiu David Hill do  Grupo Mesabi, parceiro da IBM.

O segundo pr:oblema que é o endereçamento, o sistema usa uma  matriz paralela de arquivos da IBM (General Parallel File GPFS), um sistema altamente escalável para ler ou escrever várias partes simultaneamento um arquivo.

Em julho, pesquisadores da IBM usaram o sistema GPFS executado em um cluster de 10 sistemas de oito-núcleos o armazenamento e  para fazer a varredura 10 000 000 000 arquivos (pdf), ou seja, 10 trilhões em um sistema em apenas 43 minutos.  O recorde anterior, estabelecido por pesquisadores da IBM em 2007, era 1 bilhão arquivos em três horas.

 

Google TV é anunciada em evento

29 Ago

Fundado em 1976, o Edinburgh International Television Festival se realizou entre os dias 26 e 28 de agosto, e a Google anunciou oficialmente sua TV para a Europa em 2012.

O festival teve palestras de aberturas, tópicos de pré-visualizações, aulas magnas, entrevistas uma rede de festas que contribuiu para um fim de semana agitado.

Num sessão de palestras de abertura Eric Schmidt, diretor da Google, procurou tranquilizar os radiodifusores, segundo notícia da Reuters procurou acalmar os grandes do setor e afirmou:

“Algumas pessoas nos EUA temiam que quiséssemos competir com emissoras ou criadores de conteúdo. Na verdade, nosso interesse é o oposto”, disse ele a uma plateia que foi conquistada com o estilo amigável e pelos elogios à qualidade da televisão britânica, em seguida complementou: “Esperamos apoiar a indústria produtora de conteúdo ao disponibilizar uma plataforma aberta para que a próxima geração de TVs evolua, do mesmo jeito que o Android é uma plataforma aberta para a próxima geração de aparelhos móveis”, sem esconder os interesses na área.

Ao comprar a do Motorola Mobility por 12,5 bilhões de dólares na semana passada (ver nosso post) a empresa adquiriu junto um “set top boxes” (conversores) que distribui conteúdos de algumas das maiores companhias de TV a cabo dos EUA.

Google TV é uma plataforma de software que possibilita a interação entre um conjunto de usuários de TV, trabalhando em conjunto a Internet e TV a cabo, podendo ainda usar uma conexão de satélite para trazer uma experiência de aplicativos app- TV Web combinados para uso em televisores convencionais.  Assim a Google TV poderá, por exemplo, usar o seu smartphone como um controle remoto, pesquisar na Internet em suas TVs enquanto assiste a um show, e criar uma home page sobre estes conjuntos que se parecem muito com uma tela de iPhone  mas com estilo de menu de um home theather, mas incluiu o lançamento de vários ícones para aplicativos e canais de TV.

Em maio passado, o Google afirmou que não tinha planos para o produto além dos Estados Unidos, agora já mostra os planos.

Schmidt também falou sobre um possível acordo com o governo britânico com a ideia de desligar temporariamente os serviços de Internet como uma forma de controlar o uso das mídias sociais pelos desordeiros.

Esperamos que não adira totalmente a ideologia das mídias verticais, seria o fim da credibilidade do gigante de buscas e abriria nova etapa neste setor.

 

Investimento em TI e as clouds

27 Ago

Diversos blogs e sites discutem o futuro das TIs e o necessário investimento na área, entre eles destaco os blogs de Mauricio Medina e Fatos Digitais, mas somente para aqueles que não estão convencidos que TI é realmente um investimento.

Um dos segmentos que deve crescer é o de cloud computing, segundo estudo Unit4 em 700 médias e grandes empresas de 12 países, revela que a maioria pretende investir em cloud computing para aplicações de back-office (são os departamentos administrativos de uma empresa, departamentos que mantém nenhum ou muito pouco contato com os clientes, a definição é de Mervyn J. King e não tem nada a ver com outsourcing).

Segundo a Computer World isto poderá cair nas costas dos administradores de rede, e assim como o VoIP aproximou o mundo da telefonia da segurança em TI, o mesmo vai acontecer sistemas baseados em rede.

Isto é importante para o planejamento estratégico das empresas, a maioria pensar em crescer o espaço físico e investe em segurança penso justamente nisto, mas a tendência de mercado revela que este segurança deve migrar para a TI.

Mas o nível de crescimento deverá permanecer estável este ano, ainda segundo o Unit4, somente 4% das empresas vão diminuir o seu investimento, e 31% sequer têm previsão de investir neste segmento.

Mas o mercado segue firme, pois 65% das empresas investirão pelo menos o mesmo que no ano passado, destas  62% tem um motivo fundamental para continuar a confiar nas clouds que é a facilidade de manutenção, enquanto que 44% ressaltam que preferem por causa da escalabilidade que oferece a computação na nuvem.

Mas já há fortes preocupações também, pois 51% se preocupam com a perda de controle da informação, enquanto outros 54% com a excessiva dependência da Internet.

O estudo não vê diferenças entre o setor público e o privado quanto ao ritmo de adoção do modelo cloud.

 

10 mil acessos no mês !!!

26 Ago

Chegamos a um novo record, em março havíamos chegado aos 5 mil acessos, agora no dia de hoje chegamos aos 10 mil acessos no mês.  Com a ferramenta que incorporamos ClustrMaps (no canto direito inferior) pode se ver o acesso de 24 estados brasileiros, Distrito Federal e de 27 países.

Estre os posts especiais, destaco o contato com o Instituto Ayrton Senna e com o site Baboo.  A todos meu obrigado.

 

Stevie Jobs deixa a chefia da Apple

26 Ago

O presidente da Apple, Steve Jobs, anunciou oficialmente nesta quarta-feira (24) que deixou a chefia da empresa, cargo que agora será ocupado por Tim Cook, vice-presidente que ocupou o cargo durante os períodos de licença médica de Jobs.

Nas redes sociais esta saída causou surpresa mas os analistas esperavam já, você pode ver o que as pessoas estão falando sobre a saida de Steve Jobs no Twitter.

Não há bibliografia autorizada nem dele nem de entre Bill Gates, também ex-presidente da Microsoft da qual é dono, foi produzido um filme para tentou traçar uma rivalidade entre dois, foi produzido pelo canal de TV a cabo TNT, e intitulado “Pirates of Silicon Valley” (Piratas do Vale do Silício, na versão em português), abordando a vida dos dois e a rivalidade com certo exagero.

Steven Paul Jobs, seu nome original, é filho adotivo de Paul e Clara Hagopian Jobs, nasceu em São Francisco em 24 de fevereiro de 1955, com 22 anos ao lado de seu parceiro tecnológico Steve Wozniak, Jobs fundou a Apple Computer em 1976 com o lançamento do Apple I e logo depois o Apple II.

Woz  com 27 anos deixou a Universidade da Califórnia e construiu um  primeiro protótipo n na garagem de Jobs, dizem que venderam a calculadora científica da HP de Woz e a mini-van Volkswagen de Jobs, obtendo US$1.300, para iniciar o projeto.

Na época Woz estava bastante envolvido no trabalho do Homebrew Computer Club em Palo Alto, um grupo local de hobistas de eletrônica, que exploravam conceitos de interfaces gráficas (GUI – Graphics User interface), baseada por navegação de ícones, pastas e janelas (de onde surgiu o Windows, na época chamado de MVC – Model View and Controller) tudo isso acionado por um mouse – naqueles tempos os computadores só usavam o teclado.

Em 1985, Jobs foi forçado a deixar a Apple pelo conselho de administração da empresa, e fundou outra empresa de computadores, a NeXT (notícia na Wired). Em 1986, comprou a Pixar da Lucasfilm, que anos mais tarde ficou famosa por uma nova linguagem de animação 3D para desenhos animados. Na década de 1990, a Pixar sob liderança de Steve Jobs produziu o primeiro filme infantil animado na sua totalidade por computador, Toy Story. No dia 24 de janeiro de 2006 a Walt Disney Company adquiriu a Pixar por 7,4 bilhões de dólares. A Disney/Pixar é atualmente o maior estúdio de filmes animados do mundo.

Em 2010, Steve Job novamente agitou o mundo computacional com o lançamento do tablet iPad (veja nosso post).

 

Cloud Computing em orgãos estatais

25 Ago

A grande mudança que deverá reduzir custos com equipamentos está chegando também em muitos governos, no caso americano o diretor de informação do governo, Vivek Kundra já estabeleceu novas políticas paras os órgãos e agências estatais, mas muitas entidades ainda se sentem inseguras segundo o New York Times, o diretor afirmou: “Assim como a internet permitiu a criação de novos modelos de negócios que seriam i nimagináveis há 20 anos, a computação em nuvem vai reconfigurar indústrias inteiras de maneiras ainda imprevisíveis”, mas isto é ainda um começo inseguro mas crescente.

A nova política americana no setor é chamada “Cloud  First” , “nuvem primeiro”, que dita que todos os novos projetos sejam feitos na nuvem. A meta deve ser cumprida por todos os setores federais até junho do ano que vem.

Porque esta cautela em parte é justificável, por que o Pentágono diz que tem 24 mil arquivos secretos que já haviam sido acessados por hackers, e se adotássemos uma política de transparência total ?

Segundo ainda o NYT, o diretor de informática do Departamento de Defesa Teri Takai, disse que o uso de sua agência de computação em nuvem seria limitado para um futuro próximo uma vez que quer manter dados do sistema militar em segurança, segundo o jornal, Takai escreveu em um email: “Com o aumento e da frequência e sofisticação dos ataques virtuais em sistemas de defesa, estamos preocupados com quaisquer novas abordagens que possam introduzir novos riscos”.

Mas o novo modelo é justificável, pois governo lá gasta US$ 80 bilhões por ano com Tecnologia de Informação, sendo o maior consumidor do mundo de projetos no setor, e de acordo com o NYT, isto têm sido um impulsionador do desenvolvimento no setor privado, sendo usado com métodos de encriptação, engenharia, arquivamento e troca de mensagens.

 

Facebook-Yahoo testam seis graus de separação

24 Ago

Os estudos sobre grau de separação incluem-se entre os avançados estudos de análise de redes sociais, entre os vários trabalhos incluem-se as análises de redes sociais de informação, entre empresas ou na identificação da estrutura das redes de colaboração de cientistas, redes de cooperação, ou mesmo redes de transmissão de doenças, e redes de páginas ou sites na Web.

A idéia é que num grau máximo de 6 pessoas é possível conectar duas pessoas quais, por exemplo no cinema, duas pessoas que atuaram juntas em um filme, foi feito por Brett Tjaden, um cientista da computação da Universidade de Virgínia, um jogo chamado Oráculo de Bacon, pois se desejassemos ligar o ator o Kevin Bacon, com a atriz brasileira Fernanda Montenegro tem um número Bacon de 3, pois ela atuou em Joanna Francesa (1973) com Jeanne Moreau; esta atuou com Eli Wallach em The Victors (1963) e, finalmente, este atuou com Kevin Bacon em Mystic River (2003), ou seja, em três ligações de atuações conjuntas ligamos Kevin Bacon com Fernanda Montenegro.

Anunciado no Mercury News do vale do silício americano, desde a semana passada cientistas sociais do Facebook e Yahoo estão empenhados em descobrir se a vasta rede mundial, que tem em torno de 750 milhões de pessoas, podem estar realmente conectadas nestes moldes, que quanto cada pessoa levaria em média para transmitir uma mensagem para alguém ao redor do mundo, escolhendo esta pessoa ao acaso.  Será que realmente num vasto universo estes seis graus de separação valerão?

O primeiro experimento foi feito em 1960 por Stanley Milgram, e conhecido como “pequenos mundos”, no seu experimento eram enviadas cartas para pessoas “alvo” quer dizer pessoas para as quais as cartas deveriam chegar, não sendo a pessoa alvo o destinatário deveria enviar uma nova carta para uma pessoa que conhecesse pedindo que fizesse o mesmo, ou para uma pessoa qualquer de suas relações que tivesse maior chance de conhecer a pessoa alvo. A pessoa alvo, ao receber a carta, deveria enviar uma carta para os responsáveis pelo estudo.

Mas neste experimento apenas 64 de 300 pessoas alvo receberam a carta, e o pequeno número põe em dúvida a validade do experimento, depois disto Duncan Watts e Steven Strogatz publicaram um trabalho na Nature em 1998, e Watts fez em 2001 o mesmo experimento usando o email e enviando para 100 milhões na rede, ele mesmo agora dirige o experimento usando o Facebook-Yahoo, e afirmou:  “isto realmente não poderia ter feito isso até muito recentemente”, disse Watts, agora é “um marco, em termos de qual é o tipo de questão que esta pesquisa pode responder, isto não poderia ter sido imaginado 50 anos atrás, pois não poderia ter respondido a 50 anos, ou mesmo 15 anos atrás”.

 Mas agora para um universo de quase 7 bilhões de pessoas, a rede social de 750 milhões é significativa, eis mais uma resposta que as redes sociais podem dar ao mundo.

 

Caçadores de pechinchas fazem TouchPad desencalhar

23 Ago

Tão logo a HP anunciou que iria descontinuar a produção do TouchPad, anunciado no início de julho, as vendas dispararam na Amazon e na Best Buy, uma gigante de vendas de eletrônicos que anunciou no fim de semana lançou um venda de queima total , as vendas dispararam ao menos agora os tablets da HP foram campeões em vendas.

Mas e o sistema operacional WebOS ?  Os desenvolvedores WebOS anunciaram muitos aplicativos com os temas preferidos, e se depender deles parece até que o HP está popular na comunidade de desenvolvedores, mais agora que nunca, e tivesse sido capaz vender a este preço o TouchPad talvez pudesse aproveitar mais ainda o entusiasmo dos desenvolvedores, e este teriam tornado o WebOS bastante competitivo.

Além destas notícias, uma oferta da Microsoft através de um de seus diretores Brandon Watson, que twittou conforme nota no Cnet News, que a Microsoft daria telefones para quem desenvolvesse aplicativos que fizesse o WebOS trabalhar com segurança em seus Windows fone.

Na manhã de ontem Watson já havia recebido cerca de 1 mil e-mails dispostos ao desenvolvimento, segundo nota no Winrumors, mas resta saber se existem de fato mais de mil desenvolvedores para o WebOS, de qualquer forma é uma ressurreição.

Surpreso Watson afirmou: “para ser honesto, nós não esperávamos esse nível de resposta, portanto, fomos apanhados um pouco desprevenidos”. 

 

USP realiza Jornada sobre história em quadrinhos

23 Ago

Quem tem idade se lembra do Pererê, do Jeca Tatu, do Fradinho e muitos outros personagens que ilustraram a cultura e até mesmo o pensamento de um período da história.

Tendo como proposta “divulgar avanços científicos relacionados às histórias em quadrinhos nas diversas áreas do conhecimento, de modo a promover o intercâmbio de novos conhecimentos e experiências”, a USP começa no dia de hoje a I Jornada Inter- nacional de História em Quadrinhos.

O evento se realiza nas dependências da Escola de Comunicações e Artes, onde o tema aborda a relação do HQ com jornalismo, história, cidadania, linguagem, cinema, literatura e outras áreas, há uma taxa de inscrição, que varia entre R$ 50,00 e R$ 200,00, e a inscrição pode ser feita na hora.

O programa se inicia na noite desta terça feira com a Mesa Redonda “Implodindo preconceitos: os pioneiros do estudo de   quadrinhos no Brasil” com as presenças de  José Marques de Melo (Umesp), Moacy Cirne (a confirmar), Álvaro de Moya (ECA/USP), Antonio Luiz Cagnin (ECA/USP). 

Na quarta feira durante o dia haverá mesas temáticas e a noite um tema cada vez mais presente que são os Mangás, com os debatedores Sônia Bibe Luyten (Grupo de Pesquisa de Comunicação Visual/Faculdade Cásper Líbero), Selma Martins Meireles (FFLCH/USP).  Em seguida é debatido os quadrinhos na Argentina, com a Juan Sasturain (Argentina) e Laura Vásquez (Universidad de Buenos Aires/Argentina.

Na quinta feira as 18 h. será debatido a chegada do “gibi” na escola, com os professores Eduardo Calil (UFAL), Elydio dos Santos Neto (UFPA) e Márcia Mendonça (Unifesp), em seguida com a presença de Hector Fernandes L`Hoeste da Georgia State University, serão discutidas as divergências e convergências nos quadrinhos ibero-americanos.

O ciclo se encerra com a presença de Álvaro de Moya (ECA/USP) e a mesa temática sobre os 40 anos do lançamento do livro Shazam! .  Os adéptos tem uma boa oportunidade para conversar sobre o tema.