Warning: Declaration of wp_option_choose_color_scheme::render() should be compatible with wp_option::render($field_html, $colspan = false) in /home/marcosmucheroni/www/blog/wp-content/themes/chocotheme/lib/theme-options/choose-color-scheme.php on line 39

Warning: Use of undefined constant wp_cumulus_widget - assumed 'wp_cumulus_widget' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/marcosmucheroni/www/blog/wp-content/plugins/wp-cumulus/wp-cumulus.php on line 375
abril « 2012 « Blog Marcos L. Mucheroni Filosofia, Noosfera e cibercultura
RSS
 

Arquivo para abril, 2012

Nova lei anti-Web

18 abr

Como uma nova denominação, mas preservando o espírito autoritário das tentativas de leis SOPA, PIPA e ACTA, a nova revisão denominada CISPA (Cyber Inteliggence Sharing and Protection Act) , nome delicado que inclui até o simpático sharing (partilhar), mas que ganhou uma torrente de críticas sendo a mais delas a que se referem ao direito de privacidade. A revista PC Magazine também fez uma reportagem especial sobre o assunto.

Uma versão revista começou a circular (veja o PDF) e deverá ir ao plenário na próxima semana nos EUA, mas os ajustes que os autores fizeram ainda desagradam, embora a reação a esta lei seja mais branca que a da PIPA e SOPA, grupos que condenam a nova lei incluem a Associação Americana de Bibliotecas, a União Americana para Liberdades Civis(American Civil Liberties Union – ACLU), a Eletronic Frontier Foudation e o libertário TechFreedom, e mais uma dúzia de grupo como um intitulado Liberdade Repúblicana Caucus e mais quase 700 mil pessoas que assinaram a petição na Web anti-CISPA.

O trecho do novo texto anti-Web que particularmente preocupa diz: “”Não obstante qualquer outra disposição de direito, uma entidade auto-protegida, para fins de segurança cibernética [pode]: (i) utilizar sistemas de cibersegurança para identificar e obter informações sobre a ameaça cibernética para proteger os direitos ea propriedade de entidade auto-protegida, tal, e (ii) compartilhar informações ameaça cibernética …”, claro entidadades auto-protegidas não são os cidadãos.

É uma nova versão do que durante os regimes autoritários se chamava “liberdade de imprensa”, talvez agora possa se chamar “liberdade da Web” mas preferimos chamar apenas de garantir dos direitos individuais de opinião, o que incomoda é a visibilidade da Web.

 

Um Leviatã tecnológico ?

17 abr

O poder e a organização dos estados, das leis e da cidadania não foram sempre assim, em cada época e momento histórico se desenvolveram direitos e deveres onde nem sempre a liberdade e a expressão da pessoa comum foi respeitada.

O pensador e filosofo Thomas Hobbes (1588-1679), a partir do esfacelamento do sistema feudal composto por reis e estados absolutistas, formulou um sistema que tinha por um lado as leis civis e de outro a figura do soberano, e assim progrediu a ideia do “estado moderno”. Assim se pensava no final do feudalismo.

Mas sempre houve uma dicotomia entre o poder dos homens, da “multidão” como se teorizou e o poder das leis, isto se refletiu naquele momento histórico entre o absolutismo e o parlamentarismo, o primeiro como governo de leis e o segundo como governo de homens mas o desenlace deste conflito é longo e duradouro, chegando aos dias de hoje, quando se fala em democracia “real”.

O mundo da tecnologia, dos dispositivos dos ebooks e das redes sociais não fica fora disto, nesta segunda-feira o cofundador da Google Sergey Brin disparou em entrevista ao britânico The Guardian, que “forças” estão alinhadas para tentar impedir a abertura da Web, e revelou que considera a situação atual “assustadora”.
Brin explicou que a ameaça vem de inúmeros governos que buscam controlar o acesso e a comunicação dos cidadãos, impedindo a manifestação livre pela internet e pela imprensa, e é claro que não se restringem a primavera árabe e ao mundo muçulmano, mas atingem também os países do mundo ocidental, considerado “livre” e também países da América Latina.

Ele que pensava como muitos apenas em países como China, Arábia Saudita e Irã por causa da censura e restrição o uso da internet, percebe que a ascensão do Facebook e Apple, que querem controlar informações e mercados tem também o poder de cercear o ocidente.

“Forças muito poderosas alinharam-se contra a Internet aberta em vários pontos do mundo”, afirmou Brin ao “The Guardian”. “Estou mais preocupado do que nunca”, talvez seja importante para finalmente se entender o que significam de fato “liberdade” e “livre arbítrio”.

 

As redes sociais e o futuro

16 abr

A nota da agência EFE, de comentários de Jason Falls, um conhecido americano que comenta as redes sociais (por exemplo: Veja, Portal da Imprensa, Terra e outros), que é famoso pelo seu livro com Erick Deckers: No Bulishit Social Media, causou euforia nos críticos as Redes Sociais, diz ele segundo a agência EFE: “Definitivamente há um limite”, dizendo que as redes migrarão para nichos, na verdade, fenômeno já observado em redes como o Linkedin, Flick e MySpace.

Acontece que redes como Facebook (no mundo todo), Orkut (Brasil), Tuenti (Espanha), Vkontakte (Rússia), Qzone (China) e iBibo (Índia), só para dar alguns exemplos, são redes generalistas, e já existem redes com nichos profissionais, assuntos ou ambientes profissionais.

A diferença das redes é que os relacionamentos estão abertos, fogem dos tradicionais “clubes” de opinião, e possibilita maior contato multicultural, religioso, político enfim “social” entre as pessoas e isto é o que mantém a sinergia da rede. Na análise de Falls que agitou justamente as redes (sic): “Habitualmente, os usuários podem alimentar e manter entre uma e três redes sociais, mas realmente são ativos diariamente em uma ou duas. Além disso, como é possível fazer parte também de redes centradas em entretenimento, me surpreenderia se uma pessoa normal pudesse mais de duas ou três e que seu uso realmente forneça algo de produtivo”, sim correto, e também não é preciso um grande número de relacionamentos para manter-se numa rede, isto é desconhecer a estrutura e o funcionamento das redes.

Entre outros, um dos fenômenos das redes é que entre duas pessoas na rede estão ligadas a toda rede por poucas ligações, se considerarmos as relações de ligação (link) duas a duas, o grau máximo de separação é seis, o que significa que não precisamos de muitas ligações para estarmos plenamente conectados a uma rede, basta mantermos estas relações e evitarmos quebras nas ligações.

Uma brincadeira para testar isto é encontrar ligações por coatuações em filmes de atores, feita no site Oracle of Bacon.

Por exemplo, podemos encontrar a ligação entre o japonês Toshirô Mifune e a brasileira Norma Benghell com dois graus de separação, através da ligação da atuação de Luc Merenda no filme sol vermelho com Toshirô Mifune e no filme Palácio dos Anjos com Norma Benghell.

A ideia que existem no máximo seis graus de separação entre as pessoas, curiosamente veio de uma peça de teatro de John Guare de 1990, chamada Six Degrees of Separation.

 

Apple planeja novo produto

14 abr

Segundo noticia veiculada em diversos órgãos de imprensa, em especial no conhecido jornal francês Le Figaro, o designer desta nacionalidade Philippe Starck afirmou que se juntou a empresa para preparar um novo produto que pode vir ao mercado até o final do ano.

Noutro relato, difundido no blog do site Hardmac, Starck lançou um chamariz para o produto, sem dar nenhum detalhe específico afirmou que a Apple tem um “culto religioso de sigilo”.

Formado na escola Nissin Camondo de Paris, Philippe Starck se destacou por uma obra de design multidisciplinar, desde espremedor de suco, cadeiras e motocicletas até objetos de decoração e projetos arquitetônicos, com um traço sempre futurista, orgânico e muito pessoal, foi diretor de arte de Pierre Cardin e agora parece iniciar uma parceira com a empresa da maçã.

Mas as especulações continuarão a existir, uma delas é a televisão da Apple, que segundo analistas deve ser lançada ainda este ano, então o revolucionário seria o controle remoto que faria uma TV mais interativa, já que isto pode ser uma área que Starck e sua equipe tem capacidade de contribuir.

 

100 anos de Alan Turing

13 abr

Passados 100 anos de seu nascimento, o Departamento de Filosofia da Universidade de De La Salle, em Manila- Filipinas, que recebe a “Conferência Internacional sobre Filosofia, Inteligência Artificial e Ciência Cognitiva” e vai comemorar os 100º. anos do nascimento deste pensador extraordinário que viveu tão pouco, apenas 42 anos.

Concebido na Índia, Alan Mathison Turing nasceu em Londres dos pais Julius Mathison Turing e Sara Ethel Turing, filha do engenheiro-chefe da Railways Madras, Edward Waller Stoney.

Segundo o site Business Mirror, o Embaixador Britânico nas Filipinas, Stephen Lillie declarou: “sem o trabalho inovador de Alan Turing, nunca se teria ouvido falar de Stevie Jobs ou Bill Gates”.

Com 14 anos foi matriculado na escola Sherborne School, uma escola pública em Dorset, onde “mostrou inclinação para a matemática e ciências naturais” descreve Lillie para o site. Aos 16 anos continuou em seu papel notável ao ter resolvido problemas que requeriam habilidades avançadas em matemática.

Se formou com méritos de primeiro aluno em matemática no Kings College em Cambridge, em 1943, e já em 1935 “estabeleceu uma base conceitual para a filosofia e o crescimento da moderna computação” em seu trabalho histórico em On computable numbers”, afirmou Lille.

A “máquina de Turing” fazia leituras e escritas em uma estrutura como uma fita digital moderna,que se movimentava para frente e para trás, podendo ler e escrever entretanto com tamanho infinito, e era composta de um conjunto de estados, que inspiraou os primeiros projetos de máquinas computacionais na década de 50.

Numa noite de 1954, atormentado por ser homossexual motivo pelo qual já havia sido inclusive preso, mordeu uma maçã envenenada em cianeto e não acordou mais.

Desde 1966 a Association for Computing Machinery, importante associação da computação, instituiu o Turing Award, considerado o prêmio Nobel do mundo da computação.

Como parte ainda da comemoração do centésimo nascimento de Turing, o Museu de Ciência de Londres está planejando de um ano de duração de 21 de junho deste ano até esta data em 2013, que estará disponível também no website VisitBritain.

 

Apple e editores fizeram truste com e-books

12 abr

Segundo nota desta quarta-feira no blog do New York Times, o Departamento de Justiça americano entrou com uma ação civil antitruste contra a Apple e várias editoras de livros importantes (Harper Collins, MacMillan, Penguin Group, Simon & Schuster e Hachette Book Group), porque as empresas se reuniram para aumentar o preço dos e-books em 2010, assunto que estamos acompanhando.

O processo federal americano avaliou que a Apple e estas editoras trabalharam para limitar a concorrência de preços dos e-books que tendiam a cair fazendo, segundo declarações no períodico que os preços dos “e-book os consumidores pagavam dezenas de milhões de dólares a mais que os e-books de outra forma teriam que pagar.”

Esta sentença teve início numa investigação que começou o ano passado sobre a Apple e as cinco editoras de livros, quando editores adotaram uma política de preços chamada de “modelo de agência”, que significa que os preços eram definidos por editores e não pelo comércio varejista.

Isto afetou diretamente a concorrencia entre a Amazon e a Apple, porque o modelo de atacado permitia a gigante varejista vender e-books até a preços menores que aquele pago pelas editoras, e isto poderia eliminar a concorrência das empresas menores.

Os peços de livros novos e best-sellers estavam se estabelecendo entre 12,99 e 14,99 dólares (em torno de R$ 25) mas neste processo a Amazon perdeu 30% do mercado caindo de uma fatia 90% do mercado, caindo para 60% fatia que foi ganha pela Barnes & Noble que ficou com 25% desta perda.

Há possibilidade de um acordo com a justiça (D.OJ. Departament of Justice), segundo afirma o Jornal, mas não há informações de como seria feito.

 

Lumia 900 de graça ?

11 abr

Bem não é bem assim e você só pode adquiri-lo nas lojas credenciadas AT & T americanas, deve pagar U$ 99 e recebe U$ 100 de crédito, segundo alguns sites (Venture Beat, por exemplo) devido um problema de software que impede de acessar a internet.

Mas isto esconde o desconforto que a empresa teve ao dizer aos investidores que o frente ao seu relatório de ganhos menores que o esperado para o primeiro trimestre, conforme o site Venture Beat, o que significa que será um ano difícil para a empresa global.

O lado positivo é que a empresa anunciou a venda de 2 milhões de dispositivos Lumia no trimestre a um preço médio de 220 euros, isto significa um crescimento em ativações, pois os smartphones haviam sido lançados em novembro do ano passado.

Na quarta-feira passada a empresa havia anunciado que a empresa era a primeira a usar a tecnologia chamada NFC (near-field communications, sem fio de curto alcance) para o Lumia 610, na plataforma Windows.

Sobre o defeito do Lumia 900 a declaração oficial da empresa era que “um problema de administração de memória”, portanto relacionado ao software foi o que causou o problema e somente a partir de 16 de abril que o problema seria corrigido.

 

Microsoft contribui para o Linux !

10 abr

Sim é o que diz um relatório da Linux Foudation, que afirma que além de empresas como Google, Intel, Nokia e IBM, a Microsoft está entre empresas que mais colaboram ao seu concorrente de software livre, seja os números no site Lwn.net.
É curioso para uma empresa que um dia declarou chamou o Linux de “câncer” agora trabalhado num modelo de desenvolvimento colaborativo, veja os números no Lwn.net.

Em 2011, Jim Zemlin, diretor-executivo da Linux Foudation, acreditava pela influencia que o Linux tinha no Android e em muitos sistemas desenvolvidos para leitores de ebooks e outros, que a guerra com a Microsoft tinha sido vencida por eles e declarou: “Eu acho que nós simplesmente não nos importamos mais tanto com eles [a Microsft] que eram nosso grande rival, agora [criticar a Microsoft] é como chutar um cachorrinho”.

O desenvolvimento mostra ainda dados curiosos como mais de 7,8 mil desenvolvedores de 800 empresas contribuíram para o núcleo (kernel) do Linux desde que estes dados foram medidos a partir de 2005, e ainda que 75% é pago quebrando um “mito” do software livre.

Recentemente o criador da plataforma WordPress, Matt Mullenweg, disse em entrevista a revista INFO que seria uma questão e tempo para o Linux superar a MicroSoft, etc. mas na prática o que acontece é algo maior que toda esta competição, é a colaboração.

A novidade neste jogo agora é que software proprietário e software livre podem colaborar, isto realmente é algo novo.

 

Irã planeja controle total da Internet

10 abr

Segundo o ministro da Informação e das Comunicações o Irã tem um plano de manter a internet “limpa” e anunciou que pretende estabelecer uma super intranet nacional no prazo de cinco meses, de acordo com um relatório Internacional do Times Business onde o ministro Reza Taghipour afirmou “todos os Internet Service Providers (ISP) só poderão ser desta Internet Nacional até agosto”.

Os grandes serviços como Google, Hotmail e Yahoo serão bloqueados e substituídos por serviços parecidos do governo, por exemplo, o Irã Mail e o Search Engine Irã, conforme informa o relatório. O processo de inscrição de interessados em usar o serviço de email do Irã, registrando nome completo do usuário e endereço, já se iniciou.

Os usuários da internet iranianos já estão acostumados à censura, no início deste ano (veja notícia no Cnet News) o governo decidiu cortar o acesso de todos sites que operam fora do país com um protocolo chamado Secure Sockets Layer, pois para burlar este controle muitos iranianos usam (ainda) servidores de proxy (o servidor de acesso) sobre redes virtuais privadas para usar redes sociais privadas como o Facebook e o Twitter, cada vez mais difícil no país.

 

Facebook compra Instagram

09 abr

Mal foi anunciado o Instagram para android (veja nosso post), e o Facebook anunciou que comprou o software por U$ 1 bilhão de dolares (quase 2 bilhões de reais), segundo informou o site Mashable, mas uma boa parte será em ações ou seja acionistas do Instagram se tornam acionistas do Facebook.

No blog do Facebook e notícia também colocado no blog do Instagram está escrito que o objetivo é deixar o Instagram evoluir de forma independente, em vez de “simplesmente tentar integrá-lo a tudo que existe dentro Facebook”, e o próprio Zuckenberg afirmou “Estar animado de compartilhar a notícia que nós concordamos em adquirir a Instagram e sua talentosa equipe irá juntar-se Facebook”.

Também o blog do Instagram anunciou o negócio, onde seu diretor Kevin Systrom afirmou: “É por causa de nossa equipe dedicada e talentosa que já chegou até aqui, e agora com o apoio e polinização cruzada de idéias e talentos trocados com o Facebook, esperamos criar um futuro ainda mais emocionante para Instagram e Facebook juntos”.