RSS
 

Posts Tagged ‘4G’

Porque a 4G é a terceira do mundo

05 Jun

Em primeiro lugar, a notícia está errada, pois o relatório “State of LTE” da Open SignalOpenSignal é feito com medições em 16 países, e a velocidade média do download no Brasil que é de 21 Mbps, marca que foi superada por Austrália (24,5) e Itália (22,2), mas nestes países, assim como Japão, Coréia do Sul e Eua, o número de usuários é já na casa de milhões.

 

A rede 4G no Brasil é relativamente nova, e só foi instalada em 81 cidades, e é claro, em todas cidades da Copa, mas há poucas pessoas que utilizam o serviço e isto deixa as operadores trabalharem com folga.

 

Assim como menos pessoas usam, a conexão é mais rápida e a possibilidade de congestionamento é pequena, mas em estádios cheios é que ela vai de fato ser testada.

 

É como na questão do congestionamento, se todo mundo resolve trafegar pela principal avenida da sua cidade, se poucos têm carro é um passeio bem tranquilo.

 

As operadoras na Copa

09 Mai

4gCopaUsando o ‘marketing’ do 4G o risco do serviço telefônico falhar em metade dos estádios da Copa é real, conforme pode ser observado em notícia do BBC Brasil.

 

O serviço 4G está presente em apenas 105 cidades, embora populosas o que dá 37,2% da população, não é nem sombra das 3598 cidades atendidas pelo 3G, que dá 90,8% da população, quando funcionar é Claro, pois nem sempre está Vivo.

 

O engenheiro da consultoria da Teleco, Eduardo Tude  afirma: “Foi mais uma jogada de marketing mesmo, em que se quis apresentar o Brasil como um país moderno. Para as operadoras é um momento ímpar, ter os olhos do mundo todo voltados para cá, e dos brasileiros também, claro”.

 

Também para a consultoria americana Infonetics, o Brasil não terá problemas graves nos estádios, onde as operadoras estão instalando Sistemas de Antenas Distribuídas, mas certamente, não terá condições de atender aos torcedores e sistemas jornalísticos no entorno deles.

 

Ainda questiona a consultoria a infraestrutura móvel: “Não vejo como não acreditar que haverá ‘congestionamento’ nas redes móveis nos jogos da Copa”, diz Stéphane Téral, analista desta especialidade da Infonetics.

Mas o que queremos saber é a reação dos usuários aos exorbitantes preços da telefonia móvel no páis.

 

Coréia do Sul já planeja 5G

07 Abr

Puxa a gente sonhando com uma 3G que funcione, e a Coréia já faz planos de5G implantar a 5G.

 

A Coreia do Sul pretende desenvolver a rede de internet sem fio 5G para que os usuários consigam baixar filmes completos em apenas 1 segundo, supondo um arquivo de 800 MB, e está fazendo investimentos da ordem de US$ 1,5 bilhão nesta tecnologia.

 

O Ministério da Educação, Ciência e Tecnologia daquele país supõe que elas podem começar a serem testadas em 1917, e início de vendas de linhas em 2020, mas é prioritário para o país o desenvolvimento destas tecnologias.

 

A previsão é que além das TV Full HD (também chamadas 4K pela resolução), o amplo compartilhamento de conteúdos e transmissão holográficas deverão e estar disponíveis nos próximos anos, o que exige esta tecnologia.

 

Ministério para desenvolver a tecnologia espera contar com a cooperação de empresas como SK Telecom, Korea Telecom, Samsung e LG.

 

A PEC 479, banda larga é prioridade

13 Ago

A PEC 479 altera o artigo 5° da Constituição, oferecer banda larga à população deve ser BandaLargauma prioridade do Estado, uma vez que “na sociedade contemporânea, a universalização do acesso à informação consolida-se como elemento fundamental para o desenvolvimento econômico e social das nações” segundo seu autor o deputado Sebastião Bala Rocha (PDT-AP).

A argumentação é simples: oferecer banda larga à população deve ser uma prioridade do Estado, uma vez que “na sociedade contemporânea, a universalização do acesso à informação consolida-se como elemento fundamental para o desenvolvimento econômico e social das nações” conforme afirma o deputado eu a propôs.

A PEC foi proposta em 2010 pelo e aprovada pela Comissão de Constituição de Justiça da câmara em maio de 2011 e vê as mudanças sociais em curso, já que “a internet, em especial, desempenha papel crucial no processo de construção dessa nova realidade”.

A reunião está marcada para amanhã, dia 14/08/2013, no plenário 4 da Câmara dos Deputados, e se a PEC, de relatoria da deputada Gorete Pereira (PR-CE), for aprovada, será votada em dois turnos pelo plenário ainda este mês.

 

Samsung anuncia 5G

13 Mai

O anuncio é da Samsung, relatado em nota da agência AFP, segundo a empresa sul-coreana, foi feito um teste que permitiria mais de 1 Gigabyte por segundo, onde um filme daria um download em 1 segundo, quanto distante é isto da realidade brasileira !

A atual telefonia móvel (4G) que permitiria transmitir até 75 megabytes por segundo, encontra dificuldades no país e pode comprometer o trabalho dos jornalistas na próxima Copa das Confederações a pouco mais de um mês de sua realização.

A nova tecnologia pode oferecer aos usuários uma velocidade de transmissão segundo a agência de notícia “de até centenas de vezes mais rápida” que a atual rede 4G, mas vai demorar ainda alguns anos para estar disponível no mercado, acredita-se perto de 2020.

A necessidade destas taxas incluem filmes em HD e 3D, que praticamente ficaria sem nenhuma dificuldade para transmissões on-line, acrescenta a nota isto incluiria uma vasta gama de serviços tais como: “filmes 3D, jogos, leitura direta (streaming) com conteúdo em ultra-alta definição (UHD)”, além de taxas confortáveis para download de conteúdos mais pesados.

A nova tecnologia usaria uma faixa de frequências chamada de extremamente alta (EHF).

A Coréia do Sul é um dos países mais conectados, segunda de 20 milhões de pessoas usam as 4G regularmente, em taxas compatíveis de 4G: fotos 1,6 segundos, músicas 4,8 segundos e vídeos 26 minutos (veja nosso post).

 

O que a 4G pode proporcionar

07 Mai

A copa das Confederações está aí, como anda seu celular, está fácil de fazer ligações, nas capitais dos estados que receberão jogos a promessa era de uma velocidade 10 vezes superior, mas e as antigas bandas como vão ?

No leilão das frequências de 4G as operadoras que adquiriram os lotes nacionais do serviço “em todo” o país foram: Vivo, Claro, Tim e Oi.
O principal salto esperado com a chegada do 4G seria a velocidade da internet móvel, que a Anatel e diz que seria um aumento em 10 vezes na nova geração, mas o problema maior é o download de conteúdos.

O tempo de download nos serviços 3G para fotos que deveria ser na faixa de 3 segundos é de aproximadamente 12 segs, já o tempo para músicas sobe de 7 para 36 segundos, enquanto o de vídeos de aproximadamente 45 minutos para 3hs numa taxa de 1 GB de banda.

Ao analisar os dados que o mercado apresenta, surgiu uma faixa nova chamada de 3,5 G ou seja, pode ser que isto seja o 4G real ou o prometido do 3G mas que não aconteceu, uma vez que nunca se conseguiu observar esta seria uma faixa do 3G real, no quadro acima as taxas em “rosa” verificadas.

Os serviços (esperados) para o 4G são de 1,6 segundos para fotos, quase 5 segundos para músicas e 28 minutos para vídeos, mas será que vão funcionar ?

Vamos esperar os resultados, e as cobranças da ANATEL, agora terá gente de fora de olho e gente trabalhando (jornalistas e repórteres) que usarão a rede.

 

4G no Brasil é questionado

01 Mai

Aproximando a Copa das Confederações algumas operadoras anunciam o lançamento do 4G, a maioria exatamente onde haverá jogos da Copa, mas consumidores questionam.

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste) está questionando a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) sobre este serviço oferecido pelas operadoras no Brasil.

O ofício entregue à agência argumenta que a limitação de downloads limita a alta velocidade da internet 4G e torna o serviço muito breve, restringindo justamente esta que seria a grande vantagem do novo serviço.

Para explicar a maquiagem no serviço, a coordenadora da Proteste, Maria Inês Dolci, afirma que o consumidor passa por uma situação similar semelhante a princesa que perde o sapatinho a meia noite , disse “paga por uma carruagem que no meio do caminho vira abóbora”, quer dizer no meio de um download você pode perder o serviço.

Ora quem contrata o serviço 4G, contrata-o porque quer transmitir grande quantidade de dados de forma rápida, se este serviço tem uma limitação, ele não cumprirá ao que é contratado.

Assim as operadoras para oferecer o referido serviço não podem impor um limite na quantidade de dados que ao atingir uma certa quantidade, tem a velocidade da rede reduzida, elas estão portanto enganando o consumidor, oferecendo um serviço que pode ficar no meio.

 

Entenda o 4S e o 4G

10 Out

O iPhone 5 foi oficialmente chamado de 4S, entenda o que significa a tecnologia S que é uma sigla da empresa Spring. e sua relação com a tefonia “de 4a. geração”, a 4G.

Primeiro a tecnologia 4G que devera proporcionar entre outras características interessante a integração de voz e internet, mas o problema é como cobrar dois serviços em um.
Por exemplo, os planos de sinais de voz que as operadoras de telefonia muitas vezes não querem que a chamada “banda larga” que significa uma velocidade que seja possível usar voz e internet sem perda da qualidade do sinal, no Brasil não existe uma regulamentação que diga ual é a velocidade
mínima para uma conexão ser considerada de banda larga e isto é importante para o “valor” do serviço.
o iPhone 4S,o S é de uma empresa chamada Sprint que já planeja lançar sua rede desta próxima geração para cobrir 120 milhões de pessoas até o final do próximo ano, e chegar a cobertura de 250 milhões de pessoas até o final de 2013.

Enquanto pensamosisto como realidade futura, em alguns países como Suécia e Noruega, o 4G já funciona de 2009,e também em boa parte da Europa e EUA, mesmo que em muitos só locais só funcionam com modens.

Uma barreira encontrada no Brasil,  encontrada para o 4G aqui no Brasil é a faixa de frequência de 2.5 Ghz necessários para seu funcionamento. Ela está ocupada pelas transmissões de TV por assinatura.

Uma das soluções apresentadas pode ser o desligamento gradual para que as operadoras possam utilizar essa banda de frequência, mas o “negócio” pode ser pouco lucrativo para alguns grupos.

Recentemente (em, 21/09) a Sky fechou com a Telebrás 21/09, o primeiro contrato com uma operadora de TV por assinatura para o fornecimento de banda larga justamente nesta faixa de 2,5 GHz pois a Sky já opera em MMDS (Serviço de Distribuição Multi-Ponto Multi-Canal) também  conhecido como “cabo wireless”. Este serviço tem um alcance de antena de 70 milhas (que significa em torno de 114 km).

Mas na Copa de 2014 virão pessoas do exterior e estas poderão querer serviços mais “modernos” e poristo é necessário este serviço até lá.