RSS
 

Arquivo para dezembro, 2010

O CRM Social e duas ferramentas de mercado

27 Dez

Se você está  no mercado de Customer Relationship Management (CRM), relacionamentos com os clientes, então você não deve ter nenhuma dúvida deu uma olhada tanto no SugarCRM como no SalesForce.com. Mas como  eles se comportam um em relação ao outro? Um trabalho muito interessante foi feito por no K13 blog, eis alguns trechos mostrando uma experiência de organização com os dois:

Um primeiro aspecto e que  a organização deve levar em conta a questão da propriedade dos dados. O blog explica que é muito mais fácil extrair dados do SugarCRM que SalesForce.com. Como resultado, você pode nao ter o controle dos seus dados, em um dos sistemas, isto é contestado por alguns autores, veja o comentário neste post.

No SugarCRM é tão claro que possui este problemas dos dados. Para a exportação de dados de qualquer outro sistema para o SugarCRM basta um clique de distância para se ter os dados.

Em segundo lugar, o blog explica os benficios de tecnologias Open Source. Isto significa que há muito mais oportunidades para estender e personalizar a plataforma SugarCRM.

Pode ser que o open-source SugarCRM esteja criando uma oportunidade para os outros melhorarem os seus produtos, mas isto é um beneficio e não um problema.

Os recursos são os próximos a serem comparados. O blog sugere que ambas as plataformas são extremamente ricas em recursos.

Ambos SugarCRM e SalesForce.com são carregados de recursos a tal ponto que nós realmente só usamos uma fração de suas funcionalidades.

Finalmente, há custos levados em consideração ao mercado de CRM. Mas seriam efetivo o que esta ai?

Se você estiver olhando para o crescimento em termos de funcionalidades, então na minha experiência, o modelo de precificação do SugarCRM parece melhor, mas a eficácia do SalesForce Social é inegável.
Para o blog ambos são uma boa perspectiva em uma experiência de peso até que algum novo sistema de CRM surja. O blog também fornece alguns ‘pontos’ para cada uma das seções acima, embora nao explore a adocao de plugins por CMS de peso, como o WordPress que apenas o SalesForce tem, embora ambos tenha para ferramentas Microsoft: Outlook, Excel e Word mas como reclama o blog ReadWriteWeb isto é pouco demais, ainda que ambos tenham apontado perspectivas no CRM social.

O caminho do SalesForce parece eficaz porque aponta para com plugins de integração o WordPress, por exemplo incorporando as ferramentas da Web 2.0, o SugarCRM aponta para buscar com o engine open souurce Lucene.

 

Revendo 2010 e olhando tendências

20 Dez

Alguns blogs (como o de C.M.Metsger) apontam a quadra Knewton (de adaptative Aplicativos em 2010learning), Scribd (de documentos online), Layar (de realidade aumentada) e Spotify (serviço de streaming de música) como as grandes novidades, em parte, ao menos revelam tendências importantes dos usuários, há ainda o Foursquare (de relacionamentos geolocalizados) para completar a quina.

Tambem há  importantes novidades para o ambiente corporativo: Aster data (grande volume de dados), Atlassian (gestão do produto), ReputationDefender (acompanhamento reputação on-line), NetQin Mobile (segurança de dispositivos móveis) e SecondMarket (mercado de seguridade privada).

Entao aplicativos com geolocalização, realidade aumenta devem se ampliar em 2011, enquanto a nova tendencia de aplicativos para e-learning adaptativo, ou seja, metodos que interagem com os recursos de ensino, incluindo videos, slides show e qualquer recursos multimedias.

Não aparece nesta lista, de propósito o GetJar, diria que é um aplicativo para aplicativos em dispositivos móveis, ramo que cresceu enormemente em 2010, é claro, um  aplicativo com esta finalidade cresceu junto a este mercado.

As tendências então podem ser apresentadas nestas quatro direções, a educacional através de métodos de e-learning adaptativos, no campo de redes sociais de relacionamento por meio do uso de ambientes adaptativos, ou seja, que usem diversos recursos de hipermídia, como slide show, vídeos e sons, no campo do entretenimento os aplicativos para sons e musicas continuam em alta, devendo haver uma significativa introdução da realidade aumentada.

No campo corporativo, apontamos o caminho do CRM Social, claro que  sempre há novidades.

Bem temos as férias para tentar se adaptar a estas novas etapas de desenvolvimento da Web, boas festas, lembre-se que o importante é o aniversariante e curtam os nativos (toda família tem uma presença sempre marcante deles) e aceite seus novos costumes e um Feliz Ano de 2011.

 

CRM social, uma nova tendência

15 Dez

O ano de 2010 marcou uma grande ascensão do Twitter e o Facebook junto a ferramentas de comunicação social criadas pelos próprios usuários usando os gerenciadores de conteúdos: Drupal, WordPress, Joomla e outros, há mais espaço para o crescimento e o desenvolvimento de novos aplicativos ? (alias os aplicativos de bolso também cresceram).

A resposta inevitável é “The revolution yet to happen” diriam os consagrados Jim Gray e Gordon Bell (o nome de um capitulo do livro Beyond calculation), neste ano que já aponta no fim do túnel de 2010, algumas novidades devem ser o incremento da realidade aumentada em aplicativos, a difusão dos monitores 3D e a entrada para valer nos negócios das redes sociais.

O aplicativo mais usado nos negócios chama-se CRM (Customer Relationship Manager, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente), a maioria das empresas ignora o que pensam e o que querem seus clientes, a maioria ainda procura impor seus hábitos e valores, não descobriram o que de fato significa relacionamento, pensa que apenas devem mostrar seus valores impondo-os aos clientes.

O desenvolvimento e a ampliação da comunicação em tempo real vão de aprofundar no próximo ano, um exemplo disto são os plugins que a Salesforce disponibiliza para o CMS WordPress, esta empresa (a Salesforce) trabalha com CRM e tem um site para este CMS.

No próximo ano os modos de comunicação com o cliente e consumidores devem encontrar uma maneira mais colaborativa e mais solidária, a Salesforce por exemplo, já anunciou o lançamento Morphie,

O objetivo será  transmitir em tempo real de dados os dados de uma empresa  por uma interface com o Twitter ou com o Facebook e transformá-los em ferramentas de negócios. Startups como o Yammer e Bantam Live também já estão fazendo seus negócios de modo mais social, isto significa em rede, de modo mais dinâmico e em rede.

 

WikiLeaks passa a ser notícia e fundador é preso

10 Dez

Apesar da prisão e perseguição que sofre o fundador do site de denuncias Wikileaks, os jornais começam a dar maior credibilidade aos fatos publicados no site em dezembro sobre as guerras americanas e situações de desrespeito aos direitos humanos.

Os jornais The New York Times (EUA), Le Monde (França), The Guardian (Grã-Bretanha) e El País (Espanha) começaram a publicar, no domingo 28/11, o conteúdo dos cerca de 250 mil documentos intercambiados por diplomatas americanos e divulgados pelo site WikiLeaks.

Nos Estados Unidos, o The New York Times publicou, em seu site na internet, um longo artigo no qual revela o conteúdo dos documentos. Segundo o jornal, eles oferecem “um olhar sem precedentes sobre as negociações e bastidores realizadas em embaixadas ao redor do mundo, e visões brutalmente claras de líderes estrangeiros e avaliações francas de ameaças nucleares e terroristas”.

Segundo o New York Times muitos documentos divulgados pelo site são muito recentes, pois alguns datam do “mês de fevereiro”, acrescentou o The New York Times, também os jornais Le Monde (França), The Guardian (Grã-Bretanha) e El País (Espanha) começaram a publicar no final de novembro, parte dos cerca de 250 mil documentos da diplomacia americana.

Ainda egundo o NYT, os documentos oferecem “os telegramas vazados pelo WikiLeaks procedem da SIPRnet, uma rede de comunicações secreta que utiliza o Pentágono e à qual têm acesso mais de duas milhões de pessoas de diferentes setores”, mas o site mostra por outro lado a precariedade da economia cubana e anuncia o desmoronamento em 2 anos, alem de fazer denuncias da China, de Angola e de outros.

O jornal francês Le Monde publicou pela internet trechos de conteúdo de notas diplomáticas “secretas” ou “confidenciais” também relativos à questão nuclear iraniana, um dos temas sensíveis tratados nos documentos.

O documento do Wikileaks publicado pelo jornal, diz que Israel teria pressionado os Estados Unidos a adotarem uma posição mais firme com relação ao Irã em dezembro de 2009, ao afirmar que a estratégia americana de negociação com Teerã “não funcionava”.

O telegrama americano, obtido pelo WikiLeaks e analisado pelo Le Monde, relata uma conversa de 1º de dezembro de 2009 entre Amos Gilad, diretor de assuntos políticos-militares do Ministério da Defesa israelense, e Ellen Tauscher, vice-secretária de Estado americana. No telegrama a diploma americana escreve “Olhando em sua bola de cristal”, e segue “Gilad diz que não é certo que o Irã tenha decidido fabricar uma arma nuclear, mas que o Irã está ‘determinado’ a ter a opção de construir uma”, o que destrói o principal argumento de guerra.

O criador do Wikileads, o australiano Julian Assange, foi preso, informou nesta terça-feira (07/12) a Polícia Metropolitana de Londres, acusado de fazer sexo sem camisinha.

ULTIMAS NOTÍCIAS: Assange foi solto após pagar a fiança no valor de 200 mil libras (R$ 533 mil) , nesta sexta-feira a Ong Repórteres Sem Fronteiras (RSF) pediu ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que interrompa as investigações contra o fundador do WikiLeaks, Assange que teme ser extraditado aos EUA.

 

General Eletric cria lâmpada comum LED econômica

04 Dez

A General Electric lançou uma lâmpada de luz LED (Diodo Emissor de Luz) Leia o resto deste post »